23 de set de 2011

Esclerose Múltipla alcança benefícios com Tai Chi
























Pacientes com Esclerose Múltipla alcançam benefícios com Tai Chi Chuan e Qi Gong. A Esclerose Múltipla é uma desordem caracterizada pelo espasmo muscular, perda de sensibilidade periférica, incontinência, perda de equilíbrio, fadiga e disfunção cognitiva. Pode ocorrer na forma de episódios agudos ou seguir um padrão crônico. Existem dados que sugerem que a desordem seja causada pelo ataque ao sistema nervoso central pelo sistema imunológico, causando inflamação e destruição da camada de mielina. Ainda não se conhece sua cura – alguns medicamentos são capazes de aliviar os sintomas.

A combinação da Terapia Psicológica, Ocupacional e Fisioterapia parece ser útil na redução da fadiga e da severidade dos sintomas. Contudo, ainda é raro o oferecimento sistêmico/governamental destas técnicas por longos períodos. Em contrapartida, o Tai Chi Chuan tem se tornado cada vez mais acessível ao público.

O Tai Chi considera tanto os aspectos físicos quanto a atitude psicológica, tendo se provado muito eficaz na melhoria do equilíbrio, da postura, da flexibilidade, do vigor, da pressão sanguínea diastólica, da força muscular e do bem-estar geral.

Neste trabalho, foi desenvolvido um programa de intervenção baseado em exercícios fundamentais do Tai Chi. O programa não tinha a intenção de ensinar aos voluntários as posturas complexas associadas à prática de longo prazo, mas sim focar nos princípios fundamentais do equilíbrio, do movimento, da consciência sensorial e da respiração. Tais princípios são conhecidos como Qi Gong, cuja tradução literal significa cultivo da energia. O programa também incluía a Tui Na, uma automassagem relativa ao Qi Gong.

Os voluntários portadores de Esclerose Múltipla previamente diagnosticada passaram por seis sessões individuais de Tai Chi Chuan, recebendo instruções para a prática diária em casa de, no mínimo, 30 minutos. Questionários específicos foram respondidos imediatamente antes e depois de cada intervenção.

A Esclerose Múltipla tem um mecanismo imprevisível, sendo este um fator que dificulta a avaliação da eficácia dos tratamentos propostos. Os resultados apresentaram padrões interessantes, como a melhoria do aspecto depressivo, em função da sensação de “poder fazer algo”, dando ao indivíduo o senso de domínio sobre si mesmo. Melhorias em equilíbrio foram obtidas por quase todos os voluntários. Além disso, observou-se melhoras em caminhadas, quer fosse em distância percorrida ou na capacidade de ficar em pé.

N. Mills, J. Allen, S.C. Morgan, Does Tai Chi/Qi Gong help patients with Multiple Sclerosis, Journal of Bodywork and Movement Therapies, 4(1) 2000, 39-48.
Fonte:
http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Adriana/1068


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Este é um blog do bem, que preserva a ética na net

Este blog contém imagens e textos coletados na Internet.

Caso algo publicado aqui, esteja sem identificação de autoria, peço a gentileza de informar, para que sejam dados os devidos créditos.