6 de mai de 2011

O Vedanta em 100 palavras - por Swāmi Dayānanda - tradução Pedro Kupfer




A felicidade não é um objeto, nem o atributo de um objeto. Você pode ser feliz em qualquer lugar. Você pode ser infeliz em qualquer lugar. A felicidade, portanto, não depende de estar ou não estar num dado lugar. A mente não é felicidade. Não há um lugar chamado felicidade.


Porém, há algo que é felicidade sim: você mesmo. O Vedānta diz que você é felicidade. Você precisa aprender como conhecer essa felicidade. Precisa conhecer a si mesmo. O mundo das dualidades não perturba sua felicidade quando você conhece a si mesmo.



[Resposta dada por Swāmi Dayānanda a um estudante que pediu uma síntese do propósito do Vedānta, durante um intensivo de estudo em março de 2009.  Tradução de Pedro Kupfer.]

Texto extraído do site : www.yoga.pro.br   

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Este é um blog do bem, que preserva a ética na net

Este blog contém imagens e textos coletados na Internet.

Caso algo publicado aqui, esteja sem identificação de autoria, peço a gentileza de informar, para que sejam dados os devidos créditos.