2 de fev de 2011

O Uso do Incenso


O incenso pode ser usado como aromatizador de ambientes, pelo simples fato de que diante de aromas agradáveis as pessoas ficam mais descontraídas e assim, desempenham melhor as suas funções do dia-a-dia.

Veja, como exemplo, o que é causado em seu organismo quando você se depara com odores desagradáveis: você contrai os músculos da face e então não consegue fazer mais nada até se livrar dessa sensação.

Mas, desde a antiguidade, muitos místicos de várias culturas usam o incenso devido aos efeitos que proporcionam no desenvolvimento pessoal para fins de oração, meditação, harmonização e criação mental.


Efeito psicológico – Decorre do simbolismo do uso do incenso, isto é, a fumaça do incenso, evolando-se e desvanecendo-se, no ar, é o símbolo da Ascensão da Consciência e sua Harmonização com a Divindade. O simbolismo provém da interação, por analogia, entre o fato físico da fumaça se elevar, desaparecer no ar, o ideal e desejo do místico de elevação de sua consciência e harmonização com o nível da sua Divindade. O efeito é o despertar, criar a vontade de ter um ideal elevado na mente propiciando o desenvolvimento espiritual. Isto sendo feito habitualmente, sob forma de ritual, desencadeia instantaneamente aquele despertar.


Efeito sensorial – É o mais evidente e consiste na sensação de consciência agradável ou sensação de bem estar geral, provocada pela fragrância do incenso. Trata-se então de um recurso dirigido ao sentido do olfato e também à memória olfativa, pois é certo que os perfumes sempre nos fazem relembrar situações da infância, de relacionamentos, etc. A reprodução dos vários perfumes da natureza, através dos incensos, possibilita ao homem sintonizar-se com as forças positivas e criadoras na busca do que é bom e belo.


Efeito psíquico – A vibração do incenso pode estimular as funções de centros psíquicos, chacras, ou glândulas que regem o fluxo das energias no sistema nervoso humano. O resultado é a ativação desses centros psíquicos, o que estimula o despertar místico. Além destes efeitos podemos considerar o efeito psicológico do simbolismo do fogo, representado pela brasa do incenso. O fogo representa e sugere luz e transmutação. E há o efeito do incenso no ambiente, modificando seu estado vibratório e tornando-o mais apropriado para a elevação dos pensamentos.
Portanto, o uso do incenso pode ter como motivo a simples e benéfica aromatização de um ambiente de trabalho, de estudos, de moradia, como também os mais elevados e sagrados para muitas pessoas.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Este é um blog do bem, que preserva a ética na net

Este blog contém imagens e textos coletados na Internet.

Caso algo publicado aqui, esteja sem identificação de autoria, peço a gentileza de informar, para que sejam dados os devidos créditos.