10 de mai de 2010

Em Busca de Mim Mesmo


Foi quando comecei a pensar.

Há muito havia adormecido. Mas despertei e vi que o sol já brilhava e havia muito a caminhar. Embora não houvesse nenhum caminho.



Podia ser que não encontrasse nem sombra, nem água e nem alimento pela frente. 

Podia ser que me perdesse sem encontrar nenhum destino. 

Podia ser que perecesse na jornada. Mas era muito cedo para sentir medo. E eu bem sabia que poderia encontrar uma esperança de resposta para todas as perguntas, milhares de seres se ligando, se tocando e se focalizando em alguma direção, um abrigo para o inverno da solidão. 

Poderia encontrar até mesmo um amigo. Não sabia o que me esperava, mas já era tarde e não me faltava coragem. 

A todo custo me encontraria na confusão, na incerteza e na tristeza da realidade.

Eu estava caminhando em busca de mim mesmo...

Roberto Crema

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Este é um blog do bem, que preserva a ética na net

Este blog contém imagens e textos coletados na Internet.

Caso algo publicado aqui, esteja sem identificação de autoria, peço a gentileza de informar, para que sejam dados os devidos créditos.